0

Frio provoca feridas e secura na pele. Veja como se cuidar.

A nossa pele exige cuidados especiais durante todo o ano. Mas, no inverno, a atenção precisa ser redobrada, pois o frio e a baixa umidade do ar provocam ressecamento, que acaba ficando pior por conta dos banhos mais quentes.

Além do ressecamento, aparecem algumas alergias típicas dessa época, geralmente localizadas nas dobras das pernas e dos braços. A dermatologista Daniela Nunes conta que pessoas que têm problemas respiratórios têm maior tendência a ter esse tipo de alergia, chamada dermatite atópica (doença crônica que causa inflamação da pele).

– Isso ocorre porque a pele fica sensível aos agentes externos. O mais correto é tratar com pomadas antialérgicas ou medicamentos via oral, dependendo da gravidade. Se o paciente não apresenta uma melhora significativa entre cinco e sete dias, a recomendação é de que procure o médico novamente.

Também não é indicado coçar, esfregar muito sabonete e tomar banhos muito quentes, diz a médica.

– No caso dos homens que usam calça jeans e mulheres que usam meia calça, o ideal é usar um curativo, desde que ele não grude no ferimento, pois pode machucar ainda mais. Mas o importante é tomar os devidos cuidados para que não volte a se repetir.

Segundo a médica, muitas pessoas têm o costume de passar pomadas à base de corticoide para o tratamento, já que ela cura o ferimento mais rapidamente, mas esse tipo de medicação traz riscos.

– A área de dobra absorve mais a medicação, então não se deve usar o corticoide várias vezes, pois pode haver o “efeito rebote”, quando a ferida melhora, mas pode voltar ainda pior.

Banho quente é bom, mas exige cuidado.

Com o tempo frio, é comum que as pessoas passem muito tempo embaixo do chuveiro quente, mas isso pode provocar problemas para a pele, que fica ressecada, porque a mistura de sabonete e água quente tira gordura da pele. A recomendação é tomar o banho com a substância a uma temperatura no máximo morna (de até 35ºC).

Por isso, a dermatologista Daniela Schmidt Pimentel recomenda o uso de hidratantes após a saída da ducha.

– De maneira nenhuma use bucha esfoliante e nem esfregue muito o sabonete. Aliás, o melhor sabonete para se usar é o de glicerina, que limpa a pele sem tirar a camada protetora – que acaba se perdendo com a água quente. Pessoas que não têm problemas de pele ou alergias devem usar hidratante a base de ureia. Quem tem algum tipo de lesão, não deve.

A hidratação é importante e necessária em qualquer época do ano, mas por conta dos efeitos do frio, a ela acaba se tornando ainda mais importante.
Eliandre Costa Palermo, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, diz que os cuidados dependem do tipo de pele e da faixa etária da pessoa. Pessoas com pele seca, por exemplo, devem usar hidratantes em forma de cremes ou loções cremosas.

Já quem tem pele oleosa deve preferir hidratantes em gel ou loções sem óleo. É bom evitar cremes e hidratantes oclusivos (espessos, que tampam os poros e não permitem que a pele respire) e usar produtos com controladores da oleosidade.

Pessoas com pele sensível devem usar hidratantes em creme ou gel e loção com substâncias calmantes e protetoras. Devem evitar também vitaminas ácidas.

De acordo com Eliandre, os homens podem fazer o uso desses produtos, mas ela ressalta que há itens específicos para esse público.

– Os homens têm a pele mais espessa e oleosa, com tendência a pelos encravados na região da barba. Para eles, o tratamento deve ser mais individualizado, já que muitos têm pele oleosa no nariz e sensível na região da barba, por exemplo.

Rio Grande FM Online

Notícia publicada em: 13/6/2011

Share on Facebook